Wilson Witzel Na Lata

0
168

Ontem foi publicado no canal Na Lata com Antônia Fontenelle uma entrevista com o governado do Rio de Janeiro Wilson Witzel.

Nos quase 40 minutos de vídeo, Witzel falou sobre seu governo e sobre o que esperar dele nos próximos anos. Ele sugeriu que criminosos troquem o fuzil pela Bíblia.

“Não saia de fuzil na rua, não. Troca por uma Bíblia, que se você sair, nós vamos te matar”

Durante a conversa, ele também disse que vem conversando com os membros do Judiciário estadual para que os usuários de drogas que forem detidos pela polícia sejam condenados a catar lixo nas praias.

A ação se configuraria, na visão do governante, como uma medida de prestação de serviços à comunidade, prevista na Lei de Drogas (11.343/06). “Durante cinco meses, vai trabalhar uma vez por semana, durante uma ou duas horas, depende do que o juiz fixar nessa pena”, comentou o governador, que antes da carreira política, foi juiz federal.

“Será uma atividade muito importante ter um apenado, que é usuário de substância entorpecente, catar lixo na praia”, continuou ele, que na semana passada já havia causado polêmica ao dizer que pretendia “prender maconheiro na praia”.

‘Meu desejo é suceder Bolsonaro’
O governador do Rio também demonstrou o desejo de virar presidente da República, “de preferência sucedendo o presidente Bolsonaro”.

De início, o governador, desconfortável, evitou responder qual seria o seu desejo, mas acabou confirmando para a apresentadora que deseja se candidatar ao cargo máximo do Executivo. 

“Witzel é candidato em 2022”, disse Fontenelle após a resposta. O governador, no entanto, evitou comentar se será candidato de fato nas próximas eleições majoritárias, afirmando que “estará em parceria com Bolsonaro, estaremos juntos”.

Confira a entrevista na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui