FAB abre 252 vagas para o Curso de Formação de Sargentos

0
61

A Força Aérea Brasileira (FAB) publicou, nesta quarta-feira (24/07), as Instruções Específicas para o Exame de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica para o segundo semestre de 2020 (CFS 2/2020).

As inscrições para o processo seletivo estarão abertas de 5 a 30 de agosto no endereço https://ingresso.eear.aer.mil.br/, onde também podem ser encontradas todas as informações relativas à seleção. O valor da taxa é R$ 60,00.

As 252 vagas são destinadas a cidadãos brasileiros, de ambos os sexos, que atendam aos pré-requisitos, às condições e às normas estabelecidas nas Instruções Específicas, para serem habilitados à matrícula no CFS 2/2020.

Haverá vagas para as seguintes especialidades: Comunicações (BCO), Foto Inteligência (BFT), Guarda e Segurança (SGS),  Eletricidade e Instrumentos (BEI),  Estrutura e Pintura (BEP), Meteorologia (BMT), Suprimento (BSP), Informações Aeronáuticas (SAI), Bombeiro (SBO), Cartografia (SCF), Desenho (SDE), Eletromecânica (SEM), Metalurgia (SML) e Controle de Tráfego Aéreo (BCT).

Para serem habilitados à matrícula, os candidatos devem ter concluído, na data da Concentração Final do certame, o Ensino Médio do Sistema Nacional de Ensino. O processo seletivo é composto por provas escritas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Física, além de inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico e validação documental. As provas escritas ocorrerão no dia 17 de novembro de 2019.

Os aprovados em todas as etapas do processo seletivo e selecionados pela Junta Especial de Avaliação (JEA) deverão se apresentar na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP), no dia 28 de junho de 2020, para habilitação à matrícula no curso que terá duração de dois anos.

Após a formatura na instituição de ensino, o aluno será promovido à graduação de Terceiro-Sargento e será classificado em uma das Organizações Militares do Comando da Aeronáutica (COMAER), localizadas em todo o território nacional, de acordo com a necessidade da Administração.

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria Edição: Agência Força Aérea – Revisão: Capitão Monteiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui