A verdade sobre Flávio Dino, By @Isentoes

0
93

Recentemente, Jair Bolsonaro fez uma declaração dizendo não querer nada com o governador comunista Flávio Dino(PCdoB). A repercussão foi tamanha que saíram artistas das profundezas para xingar Bolsonaro.

Mas o nosso querido perfil @Isentoes fez uma belíssima thread sobre esse governador comunista e mostrando se ele presta….ou não! Acompanhe!

Em 2016 ele foi condenado por abuso de poder político ao usar obras do governo como moeda de troca para obtenção de votos. “O asfaltamento da cidade chegará com as eleições de outubro”, disse ele em negociação gravada e utilizada como prova do crime.

Matéria: https://g1.globo.com/ma/maranhao/eleicoes/2018/noticia/2018/08/08/juiza-eleitoral-decreta-inelegibilidade-de-flavio-dino-cabe-recurso.ghtml

A juíza da 8ª Zona Eleitoral de Coroatá, Anelise Reginato, decretou sua inelegibilidade. Porém, em 2018, pouco antes de sua tentativa de reeleição, o juiz Eduardo Moreira negou efeito ajuizado na justiça eleitoral e liberou sua candidatura.

Matéria: https://g1.globo.com/ma/maranhao/eleicoes/2018/noticia/2018/09/19/justica-nega-efeito-suspensivo-que-pedia-suspensao-de-processo-de-inelegibilidade-contra-flavio-dino.ghtml

Em 2017 ele foi citado em delações de executivos da Odebrecht e foi acusado de recebedor R$ 200 mil em caixa dois. A PGR fez o pedido de abertura de inquérito no STJ, mas Ministro Felix Fisher arquivou as citações a Flávio Dino na delação.

Matéria: https://g1.globo.com/politica/noticia/ministro-do-stj-manda-arquivar-citacoes-a-flavio-dino-na-delacao-da-odebrecht.ghtml

O governo Flávio Dino (PCdoB) foi condenado a pagar multa de R$ 1,7 milhão por descumprir acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho (MPT) pelo fim da terceirização de atividades fim do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA).

O governador também é investigado pela Procuradoria Eleitoral por utilizar a polícia para espionagem de opositores. ‘É uma Venezuela, uma Coreia no Maranhão’, disse um opositor sobre a situação.

Curiosamente, após os primeiros 4 anos de mandato e uma reeleição, seu patrimônio diminuiu e ele aparentemente ficou mais pobre. Nas eleições de 2014 ele declarou R$933.605,93, mas em 2018 seu patrimônio diminuiu para R$885.534,54. Veja nas imagens:

Observe na relação de bens que os imóveis, previdência e ações foram cadastrados em 2018 com o mesmo valor de 2014. O valor não foi corrigido de acordo com a inflação, o que torna a declaração de bens incorreta e provavelmente ilegal. Ele gastou o salário com o que então?!

Ele é sócio da empresa Instituto De Estudos Jurídicos, também chamada Faculdade Dínamo. Além das aulas presenciais, disponibilizam cursos de ensino a distância em todo território nacional. O site da empresa é: dinamoeducacao.com

Imagem

O Google encontrou compras realizadas pelo governo para a empresa no Painel de Compras do Governo Federal, mas ao tentar acessar o link, convenientemente, ele aparece como “Erro – 404 Documento não encontrado”. Veja no link e na imagem: link: http://compras.dados.gov.br/fornecedores/doc/fornecedor_pj/05635724000125

Imagem

A empresa em questão possui 5 filias, das quais, 4 foram baixadas e 1 continua ativa. Nenhum dos CNPJs aparecem no portal da transparência, mas as empresas possuem vínculos e prestam serviços para o Governo através do Ministério da Educação. Veja aqui: http://portal.mec.gov.br/docman/marco-2019-pdf/109421-pces029-19/file

Não por acaso o sócio do Flávio na faculdade é o seu próprio irmão, Sálvio de Castro. Além de ser o Administrador da Faculdade, o irmão é advogado e sócio da Dino, Figueiredo & Lauande Advocacia. Veja na imagem:

Imagem

Pra fechar, a empresa do irmão possui contratos com o poder executivo federal e já abocanhou mais de R$ 1.1 Milhão em recursos públicos. “Se um dia houver uma investigação sobre meu nome, vão encontrar o de sempre” disse o Flávio. Pelo menos foi sincero.

Imagem
Imagem

Gostou da thread do Isentões? Então compartilha ai com seus amigos!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui